Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

20 Minutos por dia nem sabes o bem que te fazia!

20160529_192956.jpg

 

Treinar faz-me bem. Fazer exercício faz-me sentir melhor. Percebo bem isso quando consigo ter dias mais tranquilos e fazer um treino, ainda que não seja muito grande, na maioria dos dias da semana. Ajuda a controlar a neura, a andar mais alegre. É o poder das endorfinas.

Pouco depois de o Ricardo ter nascido e assim que fui percebendo que ia ganhando forças (afinal de contas foi uma cesariana e antes dela tive de ficar quietinha no meu canto, muito contra a minha vontade digo já! Até tinha as aulas de ginástica para grávidas pagas quando me disseram para me alapar ao sofá, que o rapaz estava cheio de pressa!) comecei a fazer alguns exercícios. Uns agachamentos, que não mexiam com a “zona problemática”, uns alteres de 3 Kg, para ganhar mais alguma resistência de braços, umas pseudo flexões na parece e por aí em diante. Mais tarde, para aí 2 meses depois do parto, comecei com os abdominais hipopressivos e logo que me deram carta de soltura e me senti capaz lá me mandei para os treinos funcionais. Procurei treinos na net, coisa pouca, com curta duração e pouco puxados. Depois aventurei-me na passadeira lá de casa (que entretanto já vendi porque me inscrevi no ginásio) e lá treinava todos os dias, ou quase. Nos meses que tive em casa, a ser essa coisa maravilhosa que é ser mãe, treinava todos os dias. Sem personal trainer, sem ir ao ginásio. Só com algumas coisas que já tinha e outras que comprei, mas nada demais.

Andava contente, satisfeita comigo e confiante nas coisas que fazia.

Depois voltei ao trabalho. Meti na cabeça que não tinha tempo para tudo, deixei de treinar quase na totalidade e, entre o stress, a culpa por não estar sempre com o bebé, a pressão do trabalho e a falta de factores que me ajudassem a andar mais feliz, acabei por passar um mau bocado. As noites mal dormidas e o stress deram cabo de mim.

Foi aí que decidi inscrever-me no ginásio. Tive a sorte de mudar de instalações no trabalho e ficar com um Gym mesmo porta com porta.

Comecei a ir à hora do almoço pelo menos 3 vezes por semana e mais qualquer coisa ao fim de semana. Os resultados não tardaram, a cada dia sentia-me mais capaz, mais confiante.

A luta contra o stress ainda existe, continua sempre mas quando faço exercício, quando cuido me mim, faço essa gestão muito melhor.

Aqui há umas semanas com mais umas complicações no trabalho, mais isto e mais aquilo para fazer, tive 2 semanas em que quase não pus os pés no ginásio. Como um azar nunca vem só fiquei adoentada e tive mais 2 semanas em que os pesos e as máquinas não me viram. Resultado. Stress acumulado, tensão e neura a despontar a cada segundo.

Lá tive uma conversa comigo e num dos dias acabei mesmo a fazer um treino de 10 minutos em casa já passava das 22h30. Precisava de gastar a adrenalina, mesmo que fosse num treino curto, curto. Que isto de ter de treinar 2 horas para o exercício fazer bem é conversa do tempo da outra senhora.

Por isso há duas semanas sentámo-nos em casa e tivemos uma conversa. Amistosa, claro está. E combinamos ir ao ginásio mais vezes durante a semana, num dos dias lá podíamos esticar um nadita mais à hora de almoço (nada demais), noutro dia podemos sempre ir ao final do dia, com preferência pela 6ª feira que é para desligar do trabalho e ligar no lazer e, nos outros dias é ir e fazer um treino mais pequeno, 20 minutos no máximo. Podem dizer que não dá para nada, que para isso mais vale estar quieto. Eu tenho uma opinião diferente, para mim 20 minutos são melhores que zero minutos. E no final da semana lá se meteu mais aquele treineco, que sempre contou para qualquer coisa.

Por isso, para quem diz que não tem tempo eu digo, 20 minutos por dia nem sabe o bem que lhe fazia! E quem diz 20, podem ser 10. Cada um gere com o tempo que tem. Alapar a bunda ao sofá e dizer mal da vida é que não leva ninguém a parte alguma.

Por isso vá lá, não apetece, apetece sim! É só levantar a bunda, vestir qualquer coisa, procurar um treino na net (são grátis, podem encontrar aquiaqui ou aqui) e fazer. Fazer pessoas!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------ Gostar da Página ------

------ Blogs de Portugal ------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D