Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

20 minutos sozinha com sôtor...depois da sesta

IMG_2938.JPG

 

Sôtor acorda estremunhado!

Depois passa ao estado acordado!

E por fim ao estado revigorado! Bateria completa (100% a verde).

O Nuno foi buscar o almoço à rua e eu, inteligentemente, decidi que estendia a roupa na companhia de sôtor. Coloco sôtor no cesto de transportar a roupa - onde fazemos uma brincadeira semelhante a quem tem um carrinho de rolamentos - e levo sôtor até à máquina de lavar roupa. Retiro sôtor do cesto. Retiro a dita da máquina e "vamos ajudar a mãe a estender a roupa, boa!? a mãe estende a roupa, tu brincas com as molas!?", que é mais ou menos a mesma coisa que dizer que "as vais esconder debaixo das estantes do escritório."

Começo a estender a roupa quando pequeno sôtor decide entrar em modo revigorado. Manda molas para o chão, saca os livros das estantes, entende que o cão se desmonta como o Lego e insiste em desatarraxar as patas.

O cão reclama.

"Filho não faças isso, a Tulipa chateia-se!".

Insiste.

Cansa-se de mandar as molas e passa ao modo Godzila.

Eu passo ao modo, "mãe que tenta incontroladamente controlar as coisas".

"Não mexas nisso." "Anda cá ao pé da mãe" (20 vezes) "Deixa os livros nas prateleiras" "Não, não não não não, isso não!" "Anda cá" "Ai, ai" (25 vezes) "Ajuda lá a mãe"

Arranca do escritório (sim, escritório, único local cá de casa com varanda onde estendo os nosso trapos quando não chove). Vou atrás dele. Destino - gavetas da mesa de cabeceira. Com uma t-shirt molhada num braço pego-lhe com o outro e trago-o para o escritório. Fecho a porta para evitar fugas.

"Agora ajudas a mãe"

Sôtor descobre duas molduras, ainda com invólucro atrás da porta (compradas há mais de 2 anos). 

"Anda para o pé da mãe, amor" "Não mexas nisso"

Vem para o pé de mim. Decide vazar uma prateleira de livros.

Deita abaixo eu apanho. Cada cueca estendida é um livro no chão. Apanhei os livros todos 3 vezes.

Acabo de estender a roupa e vamos para a sala. Irrita-se que tá no canal da Casa dos Segredos. Ponho no 4. Está a passar publicidade. Senta-se ao meu colo e quando o pai regressa parece que deixou um anjo em casa.

Vida de mãe é complicada com'à m#"$#% às vezes!

 

8 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D