Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Ainda precisamos que tomem conta de nós na estrada

Todos os anos se criam operações de vigilância nas estradas. São colocados ao serviço GNR's para "tomar conta" dos condutores que insistem em não ter consciência de que trazem nas mãos uma arma. Sim, uma arma. Que arremessada contra outro veiculo ou contra um peão pode ser fatal. E se é fatal é uma arma.

Todos os anos estas operações acontecem, todos os anos há mortos nas estradas. No Natal, no Ano Novo. As causas são, na sua grande maioria álcool e excesso de velocidade.

Estamos no século XXI e ainda é preciso que os senhores Guardas tomem conta de pessoas crescidas. Que acham que conduzem bem depois de 2 garrafas de vinho, que acham que seguram melhor o carro a 160 km/hora que qualquer outra pessoa. Já nem falo do sono. Talvez a menor das irresponsabilidades.

Deixamos na infância a criança que temos cá dentro para nos tornarmos adultos sérios, com profissões, dinheiro e cartões de crédito para ter coisas boas. Mas depois, continuamos a trazer sempre por perto o chico-esperto irresponsável e narcisista que nos faz achar melhor que os outros.

No meio disto tudo o que mais me afeta é saber que há famílias que vão descansadas nas suas vidas e "levam" com energúmenos em cima. Que lhes destroem uma noite especial, quando não mesmo a vida.

Era tão bom que soubéssemos todos ser responsáveis. Que não houvesse necessidade de ano após ano termos serviços policiais a tomar conta de nós como as crianças rebeldes, irresponsáveis e parvas que somos.

Depois ainda nos orgulhamos quando dizemos "eu vi os gajos ali e fugi por outro lado". Pois fugiste. Fugiste à multa, mas não te escapaste da estupidez.

 

5 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D