Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Atão comadre e como vai a ser esse holaweini?

ho.png

 

Bom cá pelas bandas desta comadre que é muito velha do Restelo para esta coisa de importar bugigangas na forma de tradições que a gente a modos que não sabe nem conhece, esta velhota, vai passar o holaweini como passa os restantes serões. Na melhor das hipóteses, e se a cabecinha assim permitir, porque o soninho é muito, pode ser que veja um filmezito, que é para ser diferente das outras noites em que desmaio adormeço rapidamente.

O vizinho do andar de baixo tem a entrada da casa cheia de teias de aranha pretas a ver se uma pessoa se assusta, eu já lhe disse que passe na minha arrecadação, está assustadora o ano todo.

No meio disto tudo, espera-se que rapaziada que não sabe falar português (perdidos que estão lá para os "tipo", os "buedesde" e os "derivados" quando falam caro), quanto mais um inglês decente, me toquem à campainha para pedir trique ou triti. Eu cá tenho já guardados alguns triques no âmbito do balde de água fria e do ovo fora de prazo se me calham a tocar muitas vezes no botão. É porque eu tenho os cães que são bichos que se assustam com pouco e depois sou eu que papo com eles a ladrar. Para não falar no puto que pensa que vão haver visitas e que a festa vai render noite dentro.

E vocês dizem «ah e tal um dia pode ser o teu puto a querer is fazer trique ou trite...». Pois pode, mas começando pelo principio: a ir só me sai de casa quando for capaz de dizer corretamente, escrever sem erros e soletrar as duas palavras: trick e treat. Depois terá de apresentar um PPT onde demonstra que tem um conhecimento aprofundado sobre esta tradição que não corresponde ao país do qual é nativo.

Dessa forma, e dotado do mínimo de aptidões poderei contemplar a ideia de ir. Mas com a condição: não toca na porta de casa, caso contrário já conhece o material que existe para trique.

Bom holaweini pessoas com facas de borracha espatadas no alto da pinha.

 

5 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D