Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Bruxaria, mau olhado ou puro azar

Escolho não acreditar nestas coisas. E sim escolho. Porque há cenas maradas que ninguém consegue explicar. E como diria a minha mãezinha "eu não as conheço, mas que elas há, há."

Escolho não acreditar porque me faz uma certa confusão esta coisa de conferir a outra pessoa o poder de, só com o olhar ou a vontade (ou algum objecto pertencente à pessoa, para os casos mais extremos) fazer mal a alguém ou destruir o seu bem estar. Se fosse assim já nos tínhamos dizimado uns aos outros.

Dizem os entendidos que a bruxaria é coisa seria e há malta que até vai para a serra de Sintra matar galinhas (medo). O mau olhado ou chamado "cobranto" é uma coisa mais comum em que qualquer pessoa invejosa da nossa felicidade nos pode mandar más energias para cima. Depois há o puro azar. Que ninguém sabe explicar bem, mas eu resumiria como a ausência de sorte aguda.

Ora e de onde é que vem esta porra desta conversa? Pois diz que nas ultimas 2 semanas só me cai merda na família. Primeiro uma menina que do nada fica doente (não interessa o como, o quando e o quem porque não é tida nem achada neste espaço que é publico). Depois, esta semana damos com o meu sogro doente. Diarreia, vómitos, incapaz de comer e com 2 dias de cama. A seguir começa o miúdo a vomitar-se todo. E nós "que se calhar tinha comido demasiado e tal".

Hoje acordo eu cheia de tonturas, mal disposta e com o trato intestinal todo marado. Sim pode e é certamente uma virose mas uma pessoa pensa em tudo. Que há gente má em todo o lado que fica contente com a desgraça alheia.

Por isso, e na via das duvidas, se alguém me deseja mal só espero que lhes cresça um pinheiro de natal no cú, já com adornos e tudo.

É isto.

Escrevo este post, que vai ficar de certeza desformatado e desalinhado, pelo telemóvel, deitada e à procura de posição para que não me doa o estômago.

 

(Depois entretanto já o ajeitei, porque não gosto nada de ver a casa desarrumada)

8 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D