Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Estive quase para comprar

Hoje durante a hora de almoço estive quase a comprar o livro “Ama-te” do Gustavo Santos. Sei que já há mais dois, a versão 2.0 e há outro em pré-venda; mas eu tenho de começar por baixo, é como num curso de Excel, se começamos com as formulas antes de saber usar as células está tudo lixado. Somos bem capazes de baralhar o amor todo e começar a afagar carinhosamente o caixote de lixo lá de casa.

Pois que enquanto senhor meu esposo se mergulhava entre os livros em promoção (raça do homem anda sempre à babuja de descontos), eu peguei no único exemplar que havia no Continente e pus-me a folhear. Aprendi muito só com os títulos e encontrei um que gostei particularmente: «Dá-te», assim de uma forma assertiva. Eu pensei para comigo: isso mesmo, havias de te dar aquela mala que viste ainda há pouco.

Vou ter com senhor meu marido e digo:

- Vês, o Gustavo diz «Dá-te» e eu havia de me dar qualquer coisa.

- Dás, dás. No estado em que está a conta, dás-te uma garrafa de azeite e um pacote de flor de sal. Que é o que viemos buscar.

Meto a viola no saco e pouso o livro do Gustavo. Já que não tenho meios para cumprir com o que lá está, não vale a pena viver na ilusão de uma solução.

 

(Humm, que tal este fim, até rima! Eu devia mesmo dedicar-me à inspiração, ser uma inspiradora…)

 

14 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D