Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Filme: "Bad Moms"

bad moms.png

 

 

“Hoje em dia é impossível ser uma boa mãe…”

 

Infelizmente bem verdade e a culpa é toda nossa, que nos deixamos pressionar pela sociedade, bem caladinhas, sempre à espera que ninguém aponte um dedo em nossa direção e diga que também não somos assim tão aptas.

Lembro-me de quando a minha mãe era mãe, nessa altura já não era fácil. Até porque, sejamos francas, quando é que é?

Mas hoje em dia?! Hoje em dia é impossível! Pretendem-se das mães, dos pais - mas com mais enfoque nas mães - um nível de capacidade sobre humana que não há humano capaz de suportar. É claro que os filhos refletem sempre muito do que têm em casa, da educação que recebem. Mas sejamos francos, não é a única coisa que conta e qualquer mãe que tenha 2 filhos (mínimo) sabe bem que isso é verdade.

Na casa onde fui criada éramos 4. A mesma mãe, o mesmo pai, as mesmas regras para umas coisas e a mesma falta delas para outras. O mais velho sempre foi mais calado e cumpridor, o logo a seguir sempre foi reclamão e reacionário, ainda hoje o meu velhote conta a história dele, montado no seu triciclo a oferecer porrada ao meu pai porque tinha dado uma nalgada ao meu irmão mais velho. O irmão antes de mim mais calado, fazia as asneiras à socapa. Mais rijo do que todos os outros juntos apesar de às vezes o pensarmos mais frágil. Eu, a faladora, a bicho do mato, a metida no seu canto reacionária, a boca de inferno, a que tem sempre resposta e não sabe quando já chega, a não ser que chegue onde queria chegar. A mesma educação. Pessoas diferentes.

Mas hoje quer-se acreditar que podemos moldar os miúdos, que os podemos vestir de determinada forma, que os enfiamos nos colégios e eles depois saem de lá capazes de dar a volta ao mundo e construir um triciclo que vai à lua.

 

Ninguém gosta de contar que adormece primeiro que os miúdos quando está a ler-lhe a história de adormecer e o miúdo tem de dar uma pantufada no livro para continuarmos a ler. Ninguém gosta de dizer que às vezes os miúdos vêm à casa de banho connosco quando temos de fazer um xixi, porque de outra forma ficavam aos gritos do outro lado da porta. Ninguém diz que lhe deu 8 gomas em vez de 3 porque assim esteve mais 5 minutos em silêncio. Ninguém se pode cansar de levar os miúdos às atividades de fim de semana, quando na verdade só queria estar ainda de pijama a ver TV e a coçar-se em todas as partes possíveis. Ninguém gosta de dizer que brinca porque não quer perder o momento, mas preferia um mojito e um solinho à beira da piscina. As férias em família são sempre maravilhosas, mas ninguém diz que são cansativas.

 

Amamos os nossos filhos mais do que tudo nesta vida. Dávamos todos os órgãos que temos no corpo por eles. Mas às vezes somos humanos, temos dias assim, e nesses dias só apetece apanhar uma piela forte e feia e ir dormir.

 

Adorei o filme. Vai sair o 2 e eu estou desejosa de ver.

 

2 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D