Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Há - sem margem para dúvida - coisas que só me acontecem a mim

Na semana passada coloquei um post parvo - como aliás são praticamente todos os posts que faço - sobre ir viver para a Suíça. Ao que parece existem algumas iniciativas para voltar a povoar uma aldeia perto dos Alpes. A questão é que depois de ler a noticia na integra é fácil compreender que não é nenhum mar de rosas nem ninguém está a dar terras como fizeram há umas poucas de centenas de anos nos EUA. 

Dito isto, que é tudo perfeitamente normal - eu escrever coisas parvas e noticias com headlines que depois não são bem aquilo que se estava à espera, o que se chama de isco - comecei a ter um numero de visitas aqui na tabanca que é uma coisa acima do normal. Por regra são 5 ou 6 pessoas (eu sei, pela forma como normalmente escrevo parecem ser mais, mas não...) e agora estamos nas centenas diárias. "Ca raio?!", pensei de mim para mim.

No dia seguinte percebo que a maioria das visitas tem origem no Brasil, e assim se tem mantido. Tudo pessoas que leram este post parvo e acham que eu sei alguma coisa sobre ir viver para esta aldeia. Presumo que tudo acontece por causa do titulo, as pessoas leem o "Bora lá..." mas o resto tá quieto! É mais ou menos como a black friday, as pessoas sabem que o desconto é de 50%, agora do quê....é outra conversa.

Vai daí e tenho recebido comentários e e-mails a solicitar que indique como é que se inscrevem. E eu apago, porque a verdade é que não sei, e não me apetece explicar aquilo que as pessoas poderiam sabem caso se dessem ao trabalho de ler a noticia ou o texto; se têm e-mail têm acesso à net e se têm acesso à net têm acesso ao mesmo que eu, por isso: informem-se porra!

E é isto, coisas que me acontecem e me irritam um tudo ou nada, porque não vejo melhorias na condição humana. Estamos a falar de pessoas que me mandaram até o contacto telefónico. Mas tá tudo maluco ou quê!?

Enfim, a minha fé na espécie humana já está por um fio, e com estas coisas nem sei como é que ainda existe.

 

2 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D