Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Isto da rúbrica quinzenal passar a mensal

Olá seres vivos que insistem em ler este antro de parvoeora bipolar.

Pensei em chamar-vos de pequenos póneis mas já está visto. Pensei chamar-vos meniiiinos e meniiinas, como a Teresinha, mas lá está, tá visto.

Pelo que encontrei assim uma forma mais completa de vos descrever. Sua cambada de gente persistente e teimosa. Que apesar de ficar com as vistas magoadas com tamanha ignorância de escrita insiste em vir. Acima de tudo compreendo que acreditam que um dia escreverei quelque chose de jeito.

Agradeço desde já a confiança que se me depositam.

Bom, diz que terça-feira, ou melhor de quinze em quinze dias, à terça-feira e mais especificamente ainda (desde que descobri o milagre da programação de posts), de quinze em quinze dias, às terças-feiras, às 19h00, saí um textozinho da rubrica “Uma música - uma história”. Diz também que é coisa que me dá um tremendo gozo a fazer e diz ainda que há gentes que gostam de minhas histórias.

O problema é que diz ainda que esta pessoa afanada das ideias que vos escreve, tem tido dias mais atarefados e também dias em que tem estado assim p’ó doente (tipo quase não se mexe e custa buéda a respirar). De maneiras que, eu pessoa que por vezes tende a ter rasgos de lucidez banhados a juízo daquele forte como a pimenta caiena decidiu (mua mua mua, com muito custo porque sei que vos entristecerá seres vivos de meu fígado (o coração está sobrevalorizado, acreditem)) que a rubrica passará a ter um cariz mensal. Desta forma tentarei garantir a falta de qualidade e coerência a que já vos habituei.

Não é que não tenha histórias. Felizmente (ou infelizmente – ainda não decidi) tenho várias histórias aqui encravadas no crânio, assim como aquela espinha que por muito pão seco que se coma insiste em não descer. Mas falta o tempinho para pôr as tais no papel.

É que baboseiras sem nexo com’estas eu consigo escrever, numa espécie de vómito dedal no teclado. Não estruturo propriamente ideias. Deixo que a minha parvoíce floresça quase em pleno. E sim, quase, porque se fosse em pleno era bem capaz de vocezes não aguentarem.

Por isso é assim, meus pequenos tucanos azuis com pintas brancas de meu fígado saudável e desprovido de cirrose porque não bebo tanto quanto deveria para aguentar meus dias, a rubrica passará a uma periodicidade mensal, passando a ter lugar na primeira terça-feira de cada vez, às 19 da tarde.

Faço notar que me inspirei - na decisão da periodicidade desta minha magnânima rubrica - na não menos magnânima feira de Azeitão, que tem lugar ao primeiro domingo de cada mês.

Espero não vos destroçar em demasia.

Um resto de dia feliz para vós e uma semana repleta de estrelas encandeantes de alegria.

 

(acabei de me babar e borrar um cocado do casado ao tentar beber um gole de chá de um copo próprio que tem um orifício para lá de pequeno para evitar que a pessoa entorne, mas como sou destrambelhada dos dedos quase tanto quanto sou da cabeça consegui levar o copo à boca com o artificio ao lado).

 

5 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D