Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Não tenho jeito para conversa de circunstância

269H (1).jpg

 

- Olá, como estão? Então o pequeno?

- Ainda o vamos buscar?

- É. Ainda está no bem bom com os avós.

- É.

...

...

...

...

Silêncio. A vizinha entra em casa dela. Nós subimos os 2 andares que faltam. A vizinha é simpática. Doce e empática. Mas eu, eu não tenho jeito nenhum para as conversas de circunstância. Aquelas que não levam a lado nenhum, aquelas que não quero emtabular. Não quero contar à vizinha onde trabalho. O que é que o Nuno faz. De onde somos e para onde vamos. Não quero falar do tempo, nem dizer que os filhos dela estão um espetaculo. De certeza que estão. Eu é que não tenho jeito para a conversa de xixi. Não tenho jeito para a conversa de elevador que termina invariávelmente com o pois é, pois é, de quem está mortinho para chegar ao piso certo. Podia ter perguntado pelos filhos da vizinha. Podia. Mas se fizesse isso a vizinha ia fazer mais perguntas e iamos parar na escada naquelas conversas que me deixam desconfortáveis acima de tudo porque não as sei acabar. Ora aceno sem parar ora começo a contar uma qualquer história enquanto me pergunto a mim mesma porque raio ainda não me calei.

Mais um motivo para ter uma vivenda. Assim só metia conversa com as begonias à entrada. Qualquer coisa como "já cá veho pôr água" quando passasse o portão a caminho de casa.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

2 comentários

Comentar post

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------ Gostar da Página ------

------ Blogs de Portugal ------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D