Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Neste blog há censura para comentários néscios

 

Temos pena. Temos mesmo muita peninha. Mas a vida é mesmo assim, não é sempre à vontade do freguês, porque isto não é a Republica das Bananas nem mesmo a da Joana (expressão que se usa sem que haja uma efetiva vontade de fazer referência ao espaço de habitação de alguma pessoa que possua este nome).

Pois que ainda há neste mundo quem acredite (benzadeus!) que os outros para cá andam com o propósito de os aturar, com o único destino de se arreliar com o estrume que proferem.

Novidades: não é assim meus senhores e minha senhoras!

Não, não mesmo.

Não sei como é que é lá na casa dos outros, mas na minha quem manda sou eu e só eu é que boto cartas e decido as modas a que se dança. 

Aqui neste espaço, que criei de livre e espontânea vontade, este espaço meu e só meu que me garante algum regozijo mas não me traz qualquer rendimento, neste mesmo tasco, os comentários estão mediados por algum motivo. Para quem não tenha percebido bem, eu explico: estão mediados para garantir que eu, total detentora deste espaço, tenho mão no que aqui se passa.

Durante algum tempo achei que, mesmo que o comentário fosse idiota, o havia de aprovar, respondendo ao ser pouco civilizado e nada respeitador da opinião alheia, o que devia ouvir.

Mas às vezes a vida dá voltas e deparamo-nos com comentários de merda, com origem em gente que se melindra com pouco, comentários esses que nos chegam num momento da vida incomensuravelmente mais importante que blogs e redes sociais e percebemos: vou eu agora gastar o meu tempo com um néscio/a que nem vale o clique!

Então aplicamos o que o botãozinho do balde do lixo permite: eliminamos aquele momento da nossa vida.

Puff. Fostes!

É como se nunca tivesse existido.

Fossem todos os problemas da vida assim.

Foi uma sensação de leveza que nem calculam.

Por isso aqui fica o esclarecimento: se o objetivo é ofender, melindrar, deixar ficar mal e coiso e tal e tal e coiso, a única coisa que o comentário vai ver é o balde de lixo.

Tenho cenas mais importantes a que dedicar o meu precioso tempo.

 

Ra's parta mais às pessoas que não têm sentido de humor e se melindram com tudo e com nada.

Pior, acham que os outros nasceram com a obrigação de gostar deles.

É que era mesmo a primeira bola a sair do saco!

 

(para quem costuma seguir eu explico o porquê do texto: na passada 6ª feira, dia de tremenda leveza, estava eu a dar acompanhamento ao meu filho, que havia sido operado horas antes e estava a receber comentários de bosta de gente estúpida. Vamos a ver e até calhou no momento certo, percebi nesse momento a medida de importancia que devo dar aos idiotas que ocasionalmente por aqui passam: nenhuma! Só interessam as pessoas que gostam e acompanham.)

7 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D