Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

O primeiro passo

 

Gostava de pode dizer que sou uma daquelas pessoas descontraídas, que passa pela vida sem grandes expectativas de nada, a quem as ansiedades das pequenas e das grandes coisas nada afecta. Daquelas pessoas que ficam felizes com o que lhe calha e resolvem o que aparece no momento em que têm de o fazer. Gostava de ser tudo isto mas não sou. Sou uma paranóica do controlo que tenta prever todos os detalhes do futuro. Claro está que uma imaginação fértil em nada ajuda nestas questões porque não só tento prever tudo e mais alguma coisa como idealizo ao mais ínfimo pormenor como cada pequena coisa que irá ou poderá acontecer.

Esta forma de estar que para tantas coisas apenas participa para a minha fluente ansiedade, alimentou durante meses a fio a minha mente inquieta com todos os pormenores do futuro de uma criança que ainda crescia no meu ventre. Idealizava o dia em que nascia, o dia em que chegava a casa, o dia que fazia um mês, o dia que sorria pela primeira vez, o dia do primeiro aniversário, a primeira palavra, o primeiro passo. Construía na minha mente a melhor forma de gerir um primeiro dia de escola, uma mudança de turma, a entrada para a faculdade, o primeiro dia de emprego, a casamento e o que farei à personagem que ele escolher para amar se algum dia se atrever a magoa-lo (em todos os meus momentos de imaginação cheguei à mesma conclusão, dou-lhe cabo da canastra, e bem!).

Os dias de cada dia foram chegando, diferentes dos meus sonhos acordados, melhores do que a minha imaginação previa, porque eram reais, porque acontecia, porque se materializavam, porque, ao contrário dos nossos sonhos são inalteráveis.

Hoje chegou mais um dia, o dia de dar o primeiro passo. Sonhei com este dia, imaginei muitas vezes nos sonhos acordados de como seria, numa tarde de primavera, um dia ameno, com um sol agradável, enquanto passeávamos os três num jardim cheio de flores, o pequeno decidia largar a mão do pai, depois a minha, e seguia, independente, em busca de qualquer coisa que lhe interessasse. Confiante.

Não houve tarde de primavera, não houve jardim, nem flores, houve um fim de dia cansado de uma semana de trabalho, numa quinta-feira que chora porque sexta chegue ao fim, num dia que já se tornou noite e a mãe se prepara para mais uma tarefa, passear os cães. O pequeno de coração apertado de saudades agarra na mão de pai e vai atrás da mãe, larga a mão que o apoia a caminha para mim de braços abertos. Um abraço, de ternura, amor e saudade. Passamos todo o tempo que nos deixou a chama-lo de um para o outro, anda ao pai, anda à mãe. E ele ia, até que se fartou. Nós esquecemos o resto das tarefas e ficámos de peito feito, mais um passinho na vida deste ser especial.

Mais um dia que não vai ser esquecido, este 31 de Março, quando deste o teu primeiro passo. Diferente dos meus sonhos, muito melhor que a minha imaginação, afinal de contas não caminhaste em direcção a qualquer coisa, caminhaste em direcção aos meus braços.

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D