Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

O quarto de Jack

Ouvi falar que o filme era bom. Soube do livro depois, que desde há quase ano e meio que vou andando a leste de muita coisa. Percebi qual era o tema e tive de comprar o livro com urgência. Tenho esta coisa de querer ler sempre os livros antes de ver os filmes. E para além disso, agora com o pequeno, é mais fácil conseguir ler um livro (que vou lendo um ou dois capítulos antes de deitar) que conseguir estar 90 minutos à frente do ecrã.

O que posso dizer?

Maravilhoso. Que escrita. Que história. Que imaginação.

Um murro no estômago. Forte. Intenso.

Não tenho competência suficiente para descrever o quão bom este livro é.

O que é da vida sem liberdade. O que é da vida se confinados a um espaço.

O nosso mundo é tão grande, ou tão pequeno quanto o que os nossos olhos conseguem ver. Quando nos é possível entender.

A esperança, o amor, a coragem. Tudo o que nos faz superar o que de pior nos pode acontecer.

E tudo isto pela mente de um menino de 5 anos. Jack.

Senti-me sem fôlego. Chorei. Desesperei. Tive receio do fim.

Uma história brilhante que nos faz pensar na vida e no que vale a pena viver.

Já li o livro há pelo menos 2 semanas e andava à espera da oportunidade de ver o filme. Mas como não parece estar próximo…

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------ Gostar da Página ------

------ Blogs de Portugal ------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D