Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

"Orienta aí uma bolacha faxavore"

Sôtor já conhece bem a senhora da padaria. Quando chegamos a casa aponta logo para lá. Depois da primeira oferta de bolacha aprendeu a pedinchar. Pede para ir dizer adeus à senhora e quando chega à porta da padaria estica o braço, dedo indicador em empinado e "ããããããã", vai de apontar para a bolachas.

Hoje acordou um bocado ranhoso. Fruta da época. Mas como é apenas ranho (o que já não é pouco e é coisa que lhe dá cabo da noite de sono - a ele e a nós) fomos dar um passeio à tarde. Uma volta ao jardim, ver os patos, apanhar ar fresco. Coisas que não temos durante a semana, sempre enfiados no escritório.

Ele adora.

A determinada altura vejo-o a ir disparado em direção a um casal na casa dos 60 e tal anos que estava com os netos. Traziam um saquinho com bolachas e estavam a distribuir entre os miúdos.

Sôtor não vai de modas...e mete-se na fila para receber uma.

Eu encavada que estava...não sabia onde me havia de meter. Meu rico filho é um pedinchão.

E "vamos" e "são dos meninos". Até que o senhor lhe oferece uma.

"Ah, deixe estar, ele tem o lanche na mala"...

O senhor insistiu "deixe-o lá aceitar uma".

Deixámos.

Veio feliz da vida, a embandeirar a bolacha em arco e nós a passar por pais terror que mal alimentam a criança.

 

9 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D