Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Outro blog?!

É verdade, cá estou eu de volta às escrevinhanças. Será que desta vez é a valer? Será que é para ficar? Gosto de acreditar que sim, é para ficar, é a valer, até porque desta vez quero ver se levo a coisa com mais calma. O que é algo tremendamente raro em mim.

Para os que não chegaram a conhecer deixo um breve enquadravento, vá. Em Outubro de 2014, quando me mandaram para casa de baixa porque a gravidez estava assim-assim, depois de nas duas primeiras semanas ter lido livros atrás de livros decidi criar um blog para ir escrevendo umas coisas e manter a cabeça entretida. Afinal de contas é uma coisa que adoro fazer e que muitas vezes fica numa página de word perdida nas várias e desarrumadas pastas do meu PC. Então lá fui apontando os meus dias, os meus sentimentos, as minhas angustias e perdendo o medo de partilhar para mais gente do que o meu pequeno mundo o que me ia na tola e na alma. A coisa foi correndo bem e até acabei por partilhar com muitas pessoas amigas (a quem convido agora mais uma vez a ler estas minhas tontices) que tinha esse dito blog. Tudo e tudo ia bem até que chegou a altura de regressar ao trabalho. De repente passei de mãe loba que passa todos os segundos com a sua cria, para moura de trabalho que acorda às 6 da manhã, "passa o dia de enchada na mão", regressa a casa a correr e tem tudo para fazer. Passo de ter todo o tempo do mundo para absorver todos os suspiros deste pequeno ser para ir buscá-lo ao final do dia e em vez de ser eu a saber as novidades do meu filho são os avós que me contam o que há de novo. Cheguei à conclusão que precisava expurgar da minha vida tudo o que me roubasse tempo do meu filho. Só não expurguei o trabalho porque tenho contas para pagar. Parei de fazer exercício, roubava tempo. Parei de escrever, roubava tempo. Parei de ler, roubava tempo. E por aí em diante. O blog, esse foi à vida, fechei-o mesmo.

Depois o sistema nervoso quase deu o tilt e eu tive de abrir a pestana. Perceber que a vida não pode ser um sufoco. Tem de ter equilíbrio. Percebi que o meu filho me ama, quase tanto quanto eu a ele e que me abraça sempre que o vou buscar. Que não prefere os avós a mim, mesmo eu tendo estado longe todo o dia.

Voltei ao desporto, felizmente, que tão bem me faz, benditas endorfinas.

Voltei à escrita também. 

E, como não gosto de escrever para a gaveta, é uma coisa que me desmotiva um bocado, lá pensei em criar um novo blog, mais uma vez sobre tudo e sobre nada. Acho que resumidamente se pode dizer que é sobre uma tipa totó, que acha que sabe escrever umas coisas e por hoje em dia ser possível publicar isso para quem quiser, lá vai ela publicando. É sobre uma tipa que, uma vezes melhor outras pior, umas com esforço e não vai fazendo o que pode e sabe para ser feliz.

Assim convido-vos a visitar este espacito que é meu, com as minhas escrevinhanças que espero que gostem e vos entretenham. 

Sejam bem-vindos! Se não gostarem, deixem gorjeta e tá-se bem!

2 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D