Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Para quem queira conhecer melhor a tipa que escreve...II

Ora pois que não há nada melhor do que aproveitar estas semanas de verão para fazer posts sobre a essência do eu. Até porque isto nestes meses se torna algo mortiço, não sei se é do calor se das férias, só sei que há pouca gente por estas bandas.

Aberta a caça a características humanas, vão-me ocorrendo mais besteiras e eu, anoto, não vá a vida lixar-me com o Alzeimer ou algum outro tipo de demência e eu assim sempre posso viver sempre ciente da minha palermice.

Cá vai alho:

 

- Gosto de apanhar roupa do estendal. Mas detesto ter de a estender.

- Detesto passar roupa a ferro.

- Gosto do som do teclado quando escrevo.

- Gosto de cogumelos.

- Sou uma pessoa desbocada em certas situações. Noutras contenho-me. Ou seja, uma vezes faço uma análise a onde estou metida, noutras faço bosta.

- Normalmente tenho o coração ao pé da boca e outras penso que tenho os intestinos no lugar do cérebro. Esta segunda acontece várias vezes.

- Acho que as praxes são uma idiotice que serve apenas para que malta maioritariamente ignóbil possa mandar em alguém pelo menos uma vez na puta da vida.

- Gosto de livros.

- Gosto de livros pela capa. Compro livros porque há qualquer coisa na capa que me encanta. Mas não compro livros só pela capa.

- Gostava que os meus cães soubessem usar o aspirador, para aspirarem os próprios pêlos.

- Quando era miúda era capaz de comer mais de 1 kg de miniaturas de queijadas de amêndoa e/ou de feijão. Sozinha.

- Se o mundo fosse feito de OREO eu já o tinha comido.

- Gosto de cães.

- Os gatos detestam-me.

- Gosto de ter sempre um livro na mesa de cabeceira para ler. Mesmo que demore meses a acaba-lo.

- Gosto de entrecosto com migas de espargos.

- Quando o meu filho nasceu a primeira coisa que me ocorreu foi "ele é tão lindo...como é possível?". Sempre pensei que ia ter um filho feio. Por conta das lambisgoias que depois me querem levar o puto.

- A minha raça favorita de cão é o Border Collie.

- Tenho alguma fobia de homens em sunga vermelha, por conta de um acidente no Gerês que quase me custou a vida.

- Não soube logo de pequena o que queria ser na vida. Apesar de admirar os outros miúdos que sabiam de forma decidida o que queriam ser, médicos, secretárias, enfermeiros, cantores.

- Desde pequena sonhei com várias profissões desde ser médica, costureira, cantora, atriz, escritora, veterinária, bióloga, professora de educação física, psicóloga, escritora outra vez, sem previsão e empregada no final, o que já não é mau.

- Creio que a verdade é que nasci para ter o lombo ao sol e fazer pouca coisa, espraiando-me numa magnifica espreguiçadeira, adornada com o meu chapéu de aba e um bom livro. Carregada de bago e uma tendinite no dedo indicador esquerdo de pedir tantas Piña Coladas.

- Não tenho jeitinho nenhum para dar nomes ou títulos ao que quer que seja. Creio que se nota bem pelo nome da chafarica e pelos títulos dos posts.

- Por um lado sinto que devia falar aquela coisa das entrevistas cor de rosa, de que sou mais forte do que pareço e que tenho a coragem de um golfinho em alto mar. Que detesto a desonestidade e me irrita a mentira. Que detesto o mal e peço a paz no mundo. Mas essa merda é discurso de Miss eu de Miss não tenho mesmo nada, nem corpo, nem cabelo, nem pensamento, nem nada, vá!

- Não tenho pachorra para pseudo intelectuais e policias do bom comportamento.

- Apetece-me bufar, num sopro bem sonoro acompanhado de um revirar de olhos, quando aprecio pessoas a tentar ensinar aos outros o pouco que sabem para si.

 

De momento é tudo.

 

2 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D