Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Quando era moça jovem também gostava de boy's band's

imagegen.jpg

 (imagem retirada da net)

 

Estávamos em 1996. Eu tinha passado para o 7º ano, tinha sido transferida de escola, tinha feito novas amizades - porque as anteriores tinham ficado na escola antiga. Tinha descoberto que os rapazes podiam ser diferentes dos miúdos com que jogava à bola (ou tentava jogar à bola) e que 5 anos a mais não seria assim tanto (pelo menos na minha cabeça).

Apaixonei-me pela primeira vez (de forma não reciproca, como tantas vezes viria a acontecer na minha vida), os Take That diziam adeus enquanto banda e eu, pela primeira vez, apaixonei-me por uma boys band. Vinham de Orlando, cantavam "quit playing games with my heart" e só hoje percebo como me dá vontade de rir quando vejo um puto louro lingrinhas e esfregar-se de forma sexy (ou a tentar) debaixo de um chuveiro, que só Deus sabe onde estava.

Comprei as minhas primeiras Bravo (não havia mesadas nem semanadas lá em casa, havia dinheiro para o lanche do dia e eu, em vez de comer, comprava a revista - escolhas). Com elas os meus primeiros posters, que guardava, porque como não tinha quarto não tinha onde os pendurar.

A minha mãe faleceu. O meu irmão mais velho casou-se. A casa foi remodelada (em parte), e eu ganhei um quarto.

Enchi as paredes de posters. 

Eu e a minha melhor amiga queríamos casar com o Kevin, mas ela convenceu-me que eu ficava bem com o primo dele. Afinal de contas ela era mais alta e fazia mais sentido ficar com o mais alto e eu com o mais baixo.

 - coisas que só faziam sentido a miúdas de 12 anos em meados dos anos 90 - 

Ontem foi dia deles na Comercial e ouvi esta musica e lembrei-me daquela miúda de 12 anos em 1996. 

 

 

E esta

 

 

E sabia as letras como há mais de 15 anos atrás. E por breves instantes apoderou-se de mim a garota tola que em 1996 vibrava com estas músicas.

  

8 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D