Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

Sara

nasceu.jpg

 

Minha querida Sara, infelizmente por motivos profissionais e de vida atarefada não te vou conseguir fazer uma visita nos próximos dias. Diz que isto quando crescemos o mundo pode tornar-se um pouco mais aborrecido, por isso a primeira coisa importante que tenho para te dizer sobre esta bola gigante a que acabaste de chegar é: não tenhas pressa de crescer.

Ser pequeno é a coisa mais deliciosa do mundo. É o momento em que vais saborear cada novidade como se fosse a coisa mais importante do mundo. Em que vais correr, saltar, brincar, chorar, inventar partidas e fazer nódoas negras sem te preocupares muito com nada.

E isso é tão bom.

Sabes Sara, não há muita coisa que te posso ensinar, o mundo é grande demais para sabermos tudo e nunca vamos apreender tanto quanto gostaríamos, mas posso ensinar-te que ser pateta é bom, que rir é o melhor remédio, que só importam as coisas importantes....como tu.

O bem mais precioso do mundo é o amor e esse, minha doce Sara, tu tens até esbanjar.

Tens uma mãe que é uma bonacheirona, sempre a tentar conciliar toda a gente (um dia ensino-te o que é conciliar, fica descansada. Para já fica a saber que é uma coisa boa ). Tens uma mana que só quer abraços, que (não digas a ninguém) te acha uma boneca e só quer andar contigo ao colo, que se vai danar quando lhe deres cabo das coisas de adolescente, mas que se vai lembrar como ninguém do dia em que pintaste a cara toda com a maquilhagem dela. Tens um pai barbudo com cara de mau, mas que, sejamos francos, faz só cara de mau. Um pai que dá a volta ao mundo por ti e ainda mais um bocadinho.

Tens os avós mais fixes. A Lurdes é a maior! Vai-se queixar o tempo todo que não lhe dão sossego, mas aquilo é só vicio de se queixar, ela gosta é de ter a casa cheia. A avó Anastacia que te leva a ver o Benfica às escondidas do pai e um avó que vai encobrir as tuas trapaças todas.

Tens uma tia com ar de rufia mas que depois quer é gargalhadas fáceis. Uma prima despachada e um primo que vai ficar de coração apertado por não te vir dar já um beijo.

Tens um tio avô meio chalupa, que por sorte não te vai comprar uma pulseira de ouro. Aí que já me esquecia dos emigrados. Tens um tio e uma tia que são como as gomas, feitos de açúcar e amor. Com eles têm a prima com quem vais brincar nas férias.

Estou a esquecer-me de gente de certeza, mas afinal que há de esperar da malta que se segue.

Tens aqui uma prima meio estouvada, um pouco alucinada, totalmente esgrouviada e muito cansada. Uma prima que cá estará para o que precisares, incluindo para dizer à mãe que teres partido aquele móvel não é assim tão importante.

Tens um primo emprestado que estava desejoso que nascesses para garantir que estava tudo bem contigo.

E tens um primo pequeno como tu, que te vai ensinar todas as patifarias que precisas saber para dares cabo da cabeça à mãe e ao pai.

Afinal de contas para que raio querem eles uma vida descansada!? Isto é muito mais engraçado de pernas para o ar!

Eu acho!

Minha querida Sara, podia estar aqui horas a contar-te o que te espera, o que a vida tem aqui para ti. Mas íamos estar horas nesta conversa. Para além disso, há tempo para descobrires sozinha. E é muito mais divertido dessa forma.

De resto só é preciso que saibas que és amada para caraças e o resto são lérias!

Beijinho do tamanho do mundo e bem vinda a esta família de gente choné!

 

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D