Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

Só me aparecem malucos pela frente

 

Há qualquer coisa em mim que atraí os marados da tola. Só pode ser. Uma qualquer espécie de hímen que faz com que as suas energias parvas venham em minha direcção.

Ora atentem a esta chalupa com que me deparei no Colombo este fim de tarde.

Saímos já meio fora de horas e, como tínhamos visto que o transito estava um caos, vai de passar no Continente para comprar uma buchita para o caminho e umas coisas que faziam falta cá em casa.

Vamos para as caixas rápidas como sempre e, quando acabamos de passar as compras e nos preparamos para pagar uma croma começa a pousar as compras dela. Olho para a tipa e digo-lhe:

- Peço desculpa, mas ainda não estamos despachados, é que com as suas coisas aí a máquina não deixa processar o pagamento.

Porque a máquina funciona com um jogo de pesos, se o lado em que pousamos os produtos ainda tem peso não processa o pagamento.

- Ahhh, não sabia!

Diz aquela besta. Como se ainda por cima não estivesse a invadir o espaço dos outros, ali mesmo em cima quando estávamos a pagar.

O Nuno insere o cartão para marcar o código e vejo aquela porca a pousar as compras como se nós não lá estivéssemos. 

Sobem-se-me os azeites pelo corpo acima:

- Você realmente não tem educação nenhuma. Não está a ver que estamos a usar a máquina para processar as nossas compras?! Não sabe esperar pela sua vez.

Ainda indignada responde:

- Não sei qual é o seu problema, estou só a adiantar para não ficar à espera.

- Você não tem é educação nenhuma. Entendeu? Nenhuma. Sabe o que é educação? Não diga que sabe. Porque não tem. Ne-nhu-ma.

Não ofendi porque não tive para isso e a minha vontade era ter pegado nas compras daquela idiota e mandado cada coisa para um canto diferente do hipermercado, bem longe.

Ele há com cada um. E a mim só me calham parvos!

Dasse!

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D