Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Sobre esta coisa dos casais que têm facebook em conjunto

Eu e o Nuno temos conta de facebook em conjunto. Ou melhor, eu tenho conta de facebook e  Nuno aparece na descrição "Cátia e Nuno", tem acesso à conta para cuscar de vez em quando, mas não tem conta dele.

Não ligo grande coisa às redes sociais, ainda que admita que se possam tornar num vicio. De qualquer forma a minha conta serve mais para vermos família e amigos e para a gestão da conta do blog do que outra coisa qualquer.

O Nuno tem total aversão a redes sociais, não entende nem quer entender, mas, de vez em quando gosta de ir dar uma espreitadela nas parvoeiras cómicas que aparecem, especialmente as das páginas de humor que tenho subscritas. Se ele podia ter uma conta só dele, podia, mas também não vejo qual é o mal de aceder à minha. Não tenho conversas misteriosas com ninguém pelo Facebook, nada que tenha de esconder. É uma rede social, onde colocamos umas fotos de passeios, uns pratos de refeição mais bonitos ou mais pesados. Onde fazemos likes às publicações de pessoas amigas e, no final das contas, serve para nos entreter a cabeça quando estamos entediados. Ponto. Não coloca em causa a minha emancipação enquanto mulher e muito menos a minha independência. 

Em resumo acho que se faz uma tempestade num copo de água, ou se calhar se dá demasiada importância a uma coisa que deve servir para encurtar distâncias e encontrar pessoas amigas que não vemos há anos (como os colegas de escola que encontrei, já com filhos e mais quase 15 anos em cima).

Tinha aversão ao facebook mas em 2012, depois de tanto ser chateada pelos colegas do trabalho, lá abri uma conta. Poucos pedidos de amizade mandei e aceitava, com ou sem vontade, todos os pedidos que me faziam. Achava (e ainda acho) estranho pessoas que não têm e nunca tiveram qualquer afinidade comigo (algumas nem uma conversa) me peçam amizade no facebook. Mas aceitava. Especialmente quando eram colegas de trabalho (mesmo que mal soubesse o nome ou nem me desse lá muito bem com a pessoa). Ao fim de pouco tempo comecei a fartar-me. Não me sentia à vontade para publicar fotografias porque tinha como amigos pessoas com quem não as queria partilhar e porque estava farta de ver pessoas a andar a falar mal de outras internet afora.

Fechei aquilo que foi um regalo.

É que até à bem pouco tempo não sabia que era possível aceitar pedidos de amizade e depois bloquear as pessoas. Hoje sei que é possível, mas continuo sem saber como se faz.

Este ano decidi abrir conta. Mas só para fazer likes em páginas que me pareciam interessantes e ter acesso a informações que me podiam ser úteis.

Com a criação do blog achei interessante abrir uma conta para o blog, ajudando assim a dinamizar a chafarica. A conta que abri para mim era útil para nós dois. Temos os mesmos amigos, e temos interesse pelas mesmas coisas (tirando os sites de roupa para mim e os de bola para ele). O facebook fica para utilização de ambos.

E é isto. Não há cá nenhuma necessidade de controlo assolapada. Porque aliás, cá em casa a única coisa que é preciso controlar é o consumo de açúcar, que de resto vai sento tudo mais ou menos equilibrado.

 

4 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D