Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Sobre o robot Sofia

Sofia-female-humanoid-robot-7.jpg

 

Vamos lá a ver uma coisa, uma mulher já se vê à rasca para arranjar homem, porque:

a) São menos do que as mulheres, logo sobram sempre gajas para chuchar no dedo ou ter de partilhar umas cazotras;

b) Uma parte deles decide gostar uns dos outros, o que significa que ficam ainda menos. Para piorar a coisa perdemos sempre grande elementos para outras equipas (e não estou a falar do Kevin Spacey, esse tipo sempre tempo um ar buedesde creepy), tipo o moço do prision brake e o Ricky Martin (que tem um belo rabo sim senhores, mas não é p'os dentes das moças);

c) Uns decidem que querem ser solteiros toda a vida porque assim podem comer quem querem e como querem sem ninguém os aporrinhar porque deixam a tampa da sanita levantada.

E agora ainda inventam uma robot chamada Sofia. Uma robot que até reconhece a ironia, o que quer dizer que pode fingir que acha graça ao sentido de humor de alguns tipos que não o encontram mesmo que seja a ultima coca-cola do deserto.

Uma robot, em princípios não engorda, não tem problemas e questões orgânicas cíclicas e, para piorar a coisa, deve ter aquele botão de on e off que os homens andam sempre à procura em nós sob o pretexto de que lhes moemos a mona quando lhes estamos a dar conselhos úteis para a vida e sobre a convivência, para que não venham a sofrer represálias.

Eu por mim é meter já 2 quilos de C4 na peida da robot e explodir c'aquilo! De mais a mais como é chapa, apesar de falar, não constitui homicídio (há lacunas na lei no que concerne a robots) podendo ser visto apenas como destruição de propriedade alheia e p'a isso a malta aciona o seguro. Que sirva para alguma coisa!

 

6 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

--------Instagram--------

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D