Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em busca da felicidade

Sôtor quer é tasco

Tony-Husband-Cartoons-Punch-1991-10-23-43-2.jpg

 

Quando eu e o pai fizemos 3 anos de casamento fomos jantar fora. Levámo-lo. Aliás, como relatei aqui, passámos a referida data em família, acabámos a tarde na praia e aproveitámos para jantar num restaurante simples à beira mar.

Sôtor ficou encantado com aquilo.

Não é que nunca tenha ido a um restaurante. Aliás, farto disso está ele. Mas ir comer à beira mar depois de uma tarde bem passada a mandar os pais fazer castelos na areia, é outra coisa.

 

Por isso, desde esse dia, sempre que saímos da praia arrasta-me até aos cartazes para me dizer as coisas boas de comida que o espaço à beira mar tem. Invariavelmente são: «pão, tatas fitas e tonas.» Para quem não sabe «tonas» são azeitonas. Claro, dah!

No fim de semana passado disse-me:

«Mãe, pai, cado…fôa!», e apontava para a esplanada do restaurante em frente à praia.

«Queres comer fora?»

«Shim!»

Fizemos-lhe a vontade. Depois, não só comeu fora como cravou uma bugiganga da rua dos pescadores. Levou um avião, o qual usa para me atormentar. Todos os dias me pede folhas para que EU lhe desenhe o homem aranha, a pilotar o avião, onde vai o papa. Para sôtor meu filho o papa vai em todos os aviões. Ou seja, a ser verdade o papa é um vadio que passa a vida no laréu em vez de estar a fazer o trabalho dele lá no Vaticano.

 

Este fim de semana quando saímos da praia repetiu-se a conversa.

Disse-lhe:

«Olha lá, tu queres é tasco, pá!»

Ele respondeu satisfeito com a ideia e contente consigo mesmo:

«Cado, tasco!»

 

Já viram a minha vida?

 

2 comentários

Comentar post

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D