Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em busca da felicidade

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #6

bigorna.jpg

 

Já há algum tempo que não mandava descer bigornas com força em cima de gente parva.

Hoje apanhei mais uma espécie de ave rara.

É uma espécie quem tem ganho espaço e que até conduz. O tipo de pessoa que parece sofrer de um tipo de síndrome de Moisés atualizado.

Malta que vem na faixa da esquerda e que, apesar de a 100 metros estar trânsito intenso, todos os carros parados, ainda faltam mais de 5 km para a ponte, vêm ali, a esmifrar, a esfrangalhar os carros, fazendo sinais de luz aos veículos da frente. Para que saiam, abram alas para ao meninos passarem.

Depois param.

Arretam!

Para quê pessoas?!

Porquê, pessoas?!

A não ser que a aventesma que está dentro do carro ache mesmo que se vai abrir uma fila pelo meio das filas para a sua passagem, mais ou menos como Moisés fez à água, não faz sentido.

É, como hei-de dizer, estúpido!

Ocorre-me apenas uma coisa…

BIGORNA!

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #5

untitled.png

 

Seres vivos que, quando estão outras pessoas a ver os seus comportamentos dizem "Bom dia", "Boa tarde", "Até já", "Bom almoço". E que depois, quando estão sozinhas, sem plateia, fingem que os outros não existem.

 

Gente de caca é o que vos digo!

 

Nesses momentos só me apetece gritar: "BIGORNA!!!!"

 

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #4

(imagem retirada da net)

 

Saímos da praia com dinheiro suficiente no parquímetro para poder arranjar as coisas com calma e dar o iogurte ao pequeno.

Aparece uma tipa debaixo do volante de um patrol. Queria saber se íamos sair.

O Nuno fez sinal que sim, mas que íamos demorar um bocadinho.

Despachamos as coisas para a pessoa não ficar à seca.

Quando vamos a sair arranca com o carro em nossa direcção (assim como quem quer intimidar) e fica a olhar para mim a chamar-me de tudo e a acenar que não.

Pelos vistos, na cabeça daquela vaca de duas patas (não, não sou uma lady, sou uma camionista e chamo os bois pelos nomes) devíamos ter desopilado dali assim que manifestou vontade em estacionar.

Esta gente que acha que a vida dos outros anda em torno da deles como se fossem a porra do sol...só com uma...

BIGORNA!!!

E enquanto não manda a bigorna, que Deus me dê paciência!

 

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #3

 

 

Malta que conduz mesmo em cima do carro da frente e vai a travar. Como quem está com pressa para chegar ao hospital porque leva um passageito à beira de um AVC. Depois para e vai ao café.

 

Podia terminar apenas no "Malta que conduz mesmo em cima do carro da frente e vai a travar", porque para casos de emergência ligam-se os quatro piscas. 

O carro da frente não se vai evaporar.

Estas pessoas deviam ter acesso a uma via direta para o raio que as parta.

 

BIGORNA!!!

 

 

 

 

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #2

untitled.png

 

Quando vamos ao supermercado e estão pessoas - normalmente reformados (desculpem qualquer coisa mas é verdade) - a apertar a fruta e os legumes.

Apertam os tomates, as mangas, os diospiros com força, rodam e apertam de novo. Depois...

- Ah, este não está bom!

Claro que não está! Você já o molestou todo!

BIGORNA!!!!!

Momentos em que devia cair uma bigorna do céu #1

untitled.png

 

Estou na fila para a 25 de Abril, a secar como o carapau, que aquela porra parece que tem uma rolha e aparece uma porca senhora e lança a nave em que aterrou nesta terra em frente ao meu carro.

Desejo que lhe caia no imediato uma bigorna do céu de forma a limpar estas situações do planeta.

Fim.

 

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D