Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em busca da felicidade

Uma p*** de uma sexta-feira 13

(esta imagem espelha o que foi o meu dia, um valente cocó!)

 

Acordar tarde e fazer tudo a correr. Perceber que o que tenho para pequeno almoço são cereais, que só é o que demoro mais a comer. Logo atraso-me mais. Ia beber um batido mas não tinha nada para o fazer, então como os cereais com um galão. Melhor do que pensava, confesso. Chegar ao trabalho e ter o dia atolado, com 1001 sítios para estar quando precisava era de me sentar quieta no meu sitio a acabar o que já tenho atrasado. Sair do trabalho e ir ao salão cortar o cabelo que estava uma lastima e arranjar o essencial da tromba, ter um atendimento de bosta e acabar a arranjar uma das minhas próprias sobrancelhas ainda no salão (conto esta história amanhã). Estar com uma neura tal que só me apetecia encher a cara de cheetos e por isso comprei um pacote. Ir jantar aos sogros e sair de lá com uma vontade bruta de espetar duas valentes cabeçadas na minha sogra. Parece que as coisas já andavam bem há tempo demais então vá de chatear os cornos a quem tem mais com que se preocupar. Já há muito tempo que a senhora não identificava nada de mal, eu já andava a estranhar!

Chegar a casa com a única vontade de abrir uma garrafa de tinto e vaza-la sozinha, acompanhada de um valente cigarro. Em vez disso ir por a Yammy a fazer a sopa do bebé porque não tinha para amanhã.

Acabar a noite a limpar a bancada da cozinha, porque quando o dia está para correr bem é até a ultima, por isso quando clico para picar a sopa espirra por todo o lado e ainda tenho esse brinde depois das dez da noite.

Qual noitada bem passada!

Ele há dias em que uma pessoa mais valia ter ficado na caminha à espera que a tempestade passasse.

Arre, diazinho filho da puta! Ainda bem que chamei a isto a busca da felicidade, porque às vezes bem parece que passo o tempo todo só na busca...Dasse!

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

------Blogs de Portugal------

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------- Mais sobre mim -------

foto do autor

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D