Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em busca da felicidade

Blue Monday

image_2017-01-16_17-31-11.jpg

 

Diz que hoje é o dia mais deprimente do ano. A terceira segunda-feira do mês de Janeiro.

Não sabia. Não fazia a menor ideia.

De qualquer forma, no que a mim se toca, confirma-se.

Pouco de alegria. Vontade de rir zero. Talvez me faça falta uma boa comédia, como sugerido no SapoMag, ou quem sabe uma fatia de bolo cheia de creme para me adoçar as papilas e encantar os neurónios.

Quem sabe...

...se conseguir chegar a casa a horas, ainda consiga acabar os 25 minutos que ficaram do filme que comecei a ver ontem. Talvez assim me anime.

Ou quem sabe...

...se não acordo amanhã feliz e contente, que isto não passou de uma nuvem mais escura que se abateu sobre mim.

 

Esta vontade generalizada de não fazer nada

foto.jpg

(imagem retirada da net)

 

Que é como quem diz, esta vontade de não fazer nada. Tenho dias sem vontade de escrever. De sair da cama. E brincar. De rir. E até de chorar. Numa estranha forma de ficar amorfo para os dias.

Às vezes tenho dias destes, em que só me apetecia, quer dizer nem me apetecia, é estranho. Dias em que era capaz de me sentar na sala, ligar a televisão e estar ali, sem sequer mudar de canal.

Não sei se é cansaço se um baixar de braços do meu ser. Depois volto a mim. Só me acontece muito de quando em vez. Mas acontece.

Vejo as pessoas a mover-se à minha volta numa velocidade estonteante. Sempre com coisas para fazer, mais coisas para tratar, sem tempo para conversar. A ouvir mas com a cabeça a mil noutro sitio qualquer e eu, eu a perceber que estou a falar mas ninguém está a escutar. Sinto as pessoas fartas das minhas conversas e penso se vale a pena falar. Se vale a pena conversar. Dizer alguma coisa.

Fecho-me sobre mim mesma. Dentro dos meus pensamentos e das histórias que gosto de inventar. Mas a falta de vontade transforma-se na preguiça de me sentar para escrever.

Às vezes tenho dias assim.

 

(às vezes há dias assim, texto escrito há vários meses, nem sempre gosto de postar os textos tristes no dia em que estou triste. cenas da minha cabeça)

 

 

------ Gostar da Página ------

----ATENÇÃO!----

Este não é o meu cantinho, este não é o meu refugio e este não é o meu diário público. Este é o meu tasco. Servem-se petiscos carregados de óleo velho, jolas, caracoladas e meia dúzia de piadas parvas. Se procura um espaço mais aprimorado é tentar na porta ao lado. Aqui arrota-se. Dão-se chupas aos miúdos (sim com açúcar...nada de stevia). Aqui dão-se erros ortográficos, baralha-se a semântica e escrevem-se frases à Saramago…e não falo da qualidade intrincada de ideias, é mesmo pela falta de pontuação. Aqui corre-se ocasionalmente, mas sempre com os bofes pela boca e acompanhado do #excuses, muitas #excuses. Aqui faz-se o que dá na real gana, mas sempre com algum juízo. Se estiver confortável com o acima disposto, sente-se e mande vir um pires de caracóis que já atendemos.

------Blogs de Portugal------

----- Seguir no Bloglovin -----

Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

------------ Arquivo ------------

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D